Skip to content

15/05/2018 Notícia

VISCOSIDADE DO ÓLEO

Conheça mais os óleos lubrificantes e suas propriedades.

Os óleos lubrificantes são indispensáveis para o motor do carro, e entender melhor o seu funcionamento e suas propriedades será de grande utilidade. Você já ouviu o termo "viscosidade"? Ao falar-se em óleos lubrificantes, esse termo é bastante popular. Sabendo disso, preparamos um guia completo sobre "viscosidade" para você.

Viscosidade, em termos técnicos, significa a resistência de um determinado fluído ao escoamento. O grau de viscosidade do óleo lubrificante fornece informações sobre a sua fluidez em baixas temperaturas e a proteção ao motor em altas temperaturas. Um lubrificante de baixa viscosidade, por exemplo, será mais fluido e deve proporcionar maior facilidade durante a partida pelo motor. Em contrapartida um lubrificante mais viscoso formará uma película lubrificante maior em altas temperaturas, porém, a depender do seu índice “W” (Winter, fator à temp. baixas) pode haver penalidades nos primeiros instantes de funcionamento do motor e também na economia de combustível.

Como os óleos lubrificantes são afetados pela temperatura, o grau de viscosidade mostra as suas características em altas e baixas temperaturas. 

De uma forma geral, o mercado de lubrificantes para motor trabalha com óleos multiviscosos, devido à necessidade de possibilitar uma boa fluidez em baixas temperaturas e proteção em altas.

A instituição que regulamenta/normaliza as viscosidades de óleo de motor é a SAE (Society of Automotive Engineers) que significa em português “Sociedade de Engenheiros Automotivos”, onde cada número representa a viscosidade e indica o seu comportamento em função da temperatura, por exemplo:

Viscosidade SAE 5W-30 

A letra  “W” (Winter), que em português significa Inverno, representa o grau de fluidez em baixas temperaturas. O número 5 é o índice de fluidez, quanto menor for esse número, mais fluido será o óleo e mais facilidade o óleo terá para chegar nas partes superiores do motor, o que garantirá uma proteção mais rápida nos primeiros instantes de funcionamento.

Já o outro número (neste exemplo, o SAE 30) que não acompanha nenhuma letra, é o índice ou fator de proteção do óleo em altas temperaturas, quanto maior esse número, mais viscoso será o óleo e maior será a proteção.

As viscosidades mais usadas no mercado de veículos leves e utilitários de passeio são: 
0W-20 ; 5W-30 5W-40 ; 10W-40; 20W-50. 

Cada veículo possui um tipo de óleo lubrificante específico, segundo as indicações do fabricante. O grau de viscosidade e as substâncias e aditivos presentes em cada um deles, vai garantir o correto funcionamento do veículo. Há uma série de classificações de viscosidade conforme as aplicações dos lubrificantes. As mais conhecidas são as classificações de viscosidade SAE, para óleos de motores e engrenagens automotivos, e a classificação ISO, para lubrificantes industriais. Indicamos o uso de produtos homologados para o seu veículo; assim, você terá sempre  a melhor performance evitando também futuros problemas. 
Por hoje é isso, mas acompanhe nosso blog e fique por dentro de tudo do universo automotivo. Para nós, é um prazer levar informação de qualidade a você. Até a próxima!

Quer saber mais sobre óleos lubrificantes ou talvez sobre seus mitos e verdades?

É o Rafa!

Rafael Carvalho
Especialista técnico Total Brasil

  • Técnico em automobilística
  • Engenheiro Mecânico
  • Pós Graduado em motores de combustão Interna