Skip to content

INTEGRAR O CLIMA À NOSSA ESTRATÉGIA

A ambição da Total é se tornar a principal empresa de energia responsável, fornecendo energia mais confiável, acessível e limpa para o maior número de pessoas possível. A preocupação com o clima é parte integrante de nossas quatro áreas de foco estratégico: gás natural, eletricidade de baixo carbono, produtos de petróleo e neutralidade de carbono.

A energia desempenha um papel fundamental na mitigação das mudanças climáticas. Como um importante player de energia, a Total vem trabalhando há muitos anos para reduzir as emissões de gases de efeito estufa associadas às nossas atividades. Ao mesmo tempo, nos associamos de maneira proativa à indústria e à comunidade internacional para identificar soluções conjuntas para limitar o aumento das temperaturas globais em menos de 2°C. Em particular, defendemos a adoção da precificação do carbono.

Clima

Ambição Net Zero

A Total tem a ambição de chegar a zero emissões líquidas até 2050 junto com a sociedade para seus negócios mundiais em toda a sua produção e produtos de energia usados por seus clientes.

Meta

Net Zero em todas as operações da Total no mundo até 2050 ou antes (escopo 1+2)

Compromisso

Net Zero em toda a sua produção e nos produtos de energia usados por seus clientes na Europa (1) até 2050 ou antes (escopo 1+2+3)

Ambição

60% ou mais de redução na intensidade média de carbono de produtos de energia usados mundialmente pelos clientes da Total até 2050 (menos de 27,5 gCO2/MJ) – com etapas intermediárias de 15% até 2030 e 35% até 2040 (escopo 1+2+3)

(1) Europa significa EU + Noruega e UK

MOLDAR A ENERGIA DE AMANHÃ

O consumo de energia gera mais de 80% das emissões globais de carbono. Com a expectativa de que a população mundial ultrapasse 9 bilhões de pessoas até 2040, devemos fazer grandes avanços na eficiência energética se quisermos estabilizar a demanda de energia em níveis próximos à taxa atual de consumo. Além disso, a matriz energética global precisará mudar significativamente para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. 

E como a Total se posiciona diante desses desafios? Nossa ambição é nos tornarmos o principal responsável pela energia. Estamos comprometidos em promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pelas Nações Unidas, especialmente em áreas relacionadas à ação climática e ao desenvolvimento de energia mais limpa, acessível e confiável para o maior número de pessoas possível.

Acreditando que as metas climáticas só podem ser alcançadas com a mobilização de empresas, governos e consumidores como uma equipe, também estamos trabalhando para criar portas de entrada para a identificação de soluções. A Total coloca isso em prática unindo forças com outros grandes atores por meio de organizações que visam ampliar os cursos de ação disponíveis.

Por exemplo, somos membros fundadores da Oil and Gas Climate Initiative (OGCI), onde trabalhamos com uma dezena de outras empresas de petróleo e gás no apoio à implantação de soluções para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Em 2017, nos associamos à Breakthrough Energy Coalition, um grupo de investidores com meios para fornecer suporte de longo prazo a novos negócios na vanguarda das questões de energia. Oferecemos à organização nossa experiência no setor de energia e soluções sustentáveis.

 

gas-natural-total-brasil
Total Brasil

NOSSO PAPEL ATIVO NAS ASSOCIAÇÕES DA INDÚSTRIA

Para ajudar a definir padrões técnicos ou fazer ouvir nossa voz em relação às políticas governamentais relacionadas aos nossos negócios, pertencemos a associações empresariais e industriais nacionais e internacionais.
 

Em 2019, examinamos a postura pública dessas associações em relação às questões climáticas para verificar se suas posições estavam alinhadas com as nossas (e optamos por não renovar a adesão naquelas cujas posições se opunham às nossas). 
 

Essa revisão foi conduzida com base em seis critérios:

  • A posição científica: A Total acredita que a ligação entre a atividade humana e as mudanças climáticas é um fato estabelecido.
  • O Acordo de Paris: A Total reconhece que o Acordo de Paris é um grande avanço na luta contra as mudanças climáticas e apoia as iniciativas dos Estados implementadores para cumprir seus objetivos.
  • Precificação do carbono: A Total acredita que é necessário implementar a precificação do carbono para estimular a eficiência energética, apoiar a tecnologia de baixo carbono e desenvolver reservatórios de carbono, todos críticos para alcançar a neutralidade de carbono.
  • O papel do gás natural: A Total considera que o gás natural é um componente chave na transição energética, especificamente como alternativa ao carvão. O Grupo apoia políticas para reduzir as emissões de metano da produção e consumo de gás natural e, em particular, campanhas para reduzir o uso de queima (como a Iniciativa do Banco Mundial de Zero Queima Sistemática até 2030).
  • O nosso desenvolvimento de energias renováveis: A Total apoia políticas, iniciativas e tecnologias para promover o crescimento das energias renováveis. O Grupo também apoia o desenvolvimento de biocombustíveis sustentáveis.  
  • O nosso desenvolvimento de Captura, Utilização e Armazenamento de Carbono (CCUS): A Total apóia o desenvolvimento do CCUS, que é fundamental para atingir a neutralidade de carbono até a segunda metade do século, objetivo do Acordo de Paris.